#2) 5 Ideias de marmitas // 5 “takeaway” lunch ideas

Continue reading “#2) 5 Ideias de marmitas // 5 “takeaway” lunch ideas”

Advertisements

Dicas para uma semana mais fácil // Tips for an easier week

Há dias que precisamos de ter tudo praticamente pronto para levar e não está nada feito, certo? Ou precisávamos de um snack, ou não sabemos o que levar para almoçar e nada de nada no frigorífico. Isto acontecia-me (ainda acontece, mas menos vezes, para ser sincera) antes de começar a organizar a alimentação para a semana. Neste post venho mostrar-vos o que costumo fazer para aguentar uma semana de stress e trabalho, sem me preocupar (muito!) sobre a alimentação. Vamos ver? 🙂 

There are days we need to have everything pretty much ready to go and nothing is done, right? Either we needed a snack, or we don’t know what to bring for lunch and nothing at all in the fridge. This happened to me (still happens, but less often, to be honest) before beginning to organize the food for the week. In this post I come to show you what I usually do to endure a week of stress and work, without worrying (too much!) about food. Let’s see? 🙂

Continue reading “Dicas para uma semana mais fácil // Tips for an easier week”

Almoço improvisado (rápido e fácil) // Improvised lunch (quick and easy)

Hoje cheguei a casa à hora de almoço sem saber o que me apetecia e sem vontade de fazer grandes pratos.Nestas situações o importante é simplificar e pensar: “O que me saberia bem comer agora?” sem pensar em como o prato acabará por ficar. 

Hoje, por exemplo, apetecia-me legumes salteados, especialmente o alho francês. Mas e o resto? O resto inventa-se, aproveitei o arroz basmati (que foi cozido ontem), acrescentei couve e cogumelos ao alho francês, e abri uma lata de milho. E de repente, fiquei com um prato composto, com cor e até com bom aspeto! 

Não esquecer de dar aquele toque especial: sementes de sésamo! Podem ser estas ou outras, mas as sementes têm tendência a serem esquecidas e são tão tão importantes! 

Vamos ver como ficou? Continue a ler 🙂 

Today I arrived at lunch time without knowing what I wanted and without wanting to make great dishes. In these situations the important thing is to simplify and think: “What would I like to eat right now?” Without thinking about how the dish will eventually look.

Today, for example, I wanted sauteed vegetables, especially leek. But what about the rest? The rest is invented, I took the basmati rice (which was cooked yesterday), I added cabbage and mushrooms to the leek, and opened a can of corn. And suddenly, I had a composed plate , with color and looking good!

Don’t forget to give that special touch: sesame seeds! You can use these or others, but the seeds tend to be forgotten and they are so important!

Let’s see how it went? Continue reading 🙂 Continue reading “Almoço improvisado (rápido e fácil) // Improvised lunch (quick and easy)”

O que como num dia? // What do I eat in a day?

O que tu comes afinal? Nem comes peixe? Então e a proteína? Vais ficar anémica… Já todos nós (os vegetarianos e veganos) tivemos que ouvir isto certo? Certo. A meu ver não é por maldade que nos dizem isto: uns dizem porque realmente se preocupam e não têm conhecimento sobre alternativas alimentares, outros porque gostam de dar opinião sobre tudo. 

Decidi então mostrar o que como normalmente num dia. Não para mostrar que tem de ser assim, mas para dar ideias, mostrar que existem tantos alimentos diferentes que nos fornecem o que precisamos e que a comida consegue ser extremamente agradável (extremamente saborosa!) tanto a nível visual como no sabor. 

What do you eat anyway? Don’t you even eat fish? So what about protein? You’re going to be anemic … Have we all (vegetarians and vegans) had to hear this right? Right. In my point of view, they don’t say this to be mean: some say that because they really care about us and aren’t aware of alternative food, others because they like to give opinions about everything.

I decided to show what I normally eat in a day. Not to show that you have to do the same as me, but to give ideas, to show  you that there are so many different foods that provide us  what we need and that the food can be extremely pleasant (extremely tasty!), both visually and taste.

Continue reading “O que como num dia? // What do I eat in a day?”